Ações do Florestando fortalecem a autonomia, a segurança alimentar e o empoderamento feminino

As ações do projeto Florestando o Semiárido: Agricultura Familiar Guardiã da Caatinga tem fortalecido os espaços organizativos nas comunidades do território do Coletivo Regional das Organizações da Agricultura Familiar, dando lugar de vez e voz as mulheres, permitindo-lhes autonomia, empoderamento e ocupação de espaços políticos territoriais.

Através da assessoria do Patac, têm acontecido intercâmbios, momentos de formação e apoio aos Fundos Rotativos Solidários (FRS) específicos para mulheres. Para além dessas pautas, as atividades têm trazido para o debate a Campanha pela Justa Divisão do Trabalho Doméstico e os vários tipos de violência contra a mulher.


O fortalecimento dos quintais produtivos impulsionou a comercialização de alimentos nas feiras agroecológicas, que também são gerenciadas pelas próprias mulheres lideranças das comissões municipais, permitindo a segurança alimentar das famílias, mas também a geração de renda.

Outro lugar onde o papel das mulheres merece destaque é na Bodega Agroecológica, espaço de comercialização dos alimentos produzidos nesses quintais, que fica localizado em Soledade-PB. A Bodega Agroecológica tem a disposição de uma clientela fidedigna produtos saudáveis vindos dos 12 municípios que compõe o Coletivo de Famílias Agricultoras.


São as mulheres do Semiárido reescrevendo uma nova história de superação e resistência.

O Florestando o Semiárido é patrocinado pela Petrobras, conta com as parcerias do Instituto Nacional do Semiárido (INSA) e com a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), campus Patos-PB.

Logoprojeto.png
  • Facebook
  • Instagram
Petrobras.png