Projeto Florestando o Semiárido chega a quatro escolas do Cariri, Seridó e Curimataú

A realização do projeto Florestando o Semiárido: Agricultura Familiar Guardiã da Caatinga, patrocinado pela Petrobras tem fortalecido o diálogo com todos os públicos do território do Cariri, Seridó e Curimataú paraibano. Desta vez, chegando as escolas, trabalhando com as crianças do Ensino Fundamenta I.

Escolas de 4 municípios estão envolvidas no processo de formação: Escola Antônio Henrique de Gouveia - Soledade, Escola Manuel Alves Monteiro - Boa

Vista; Escola Francisca Nunes Pereira - Juazeirinho e Santa Ana de Albuquerque, em Pedra Lavrada.


Os instrumentos pedagógicos utilizados tem sido o vídeo animado “Florestando o Semiárido” que está disponível no You Tube: https://www.youtube.com/watch?v=n0W2TAYDvew&t=75s e o caderno de pintura com o mesmo tema do vídeo. Mais dois materiais pedagógicos foram incluídos as atividades, um jogo de tabuleiro que trabalha a construção de uma agrofloresta e uma cartilha para leitura sobre a Floresta Caatinga e conservação do bioma.


Toda essa riqueza de material produzido para esse público infantil tem por objetivo despertar as gerações futuras para a consciência de reflorestamento e de convivência com a região semiárida que tem características específicas e que há muito tempo vem sendo explorada de forma equivocada o que desencadeou o desmatamento e acelerou o processo de desertificação e degradação do solo.


O Florestando o Semiárido: Agricultura Familiar Guardiã da Caatinga é realizado pelo Patac em parceria com o Coletivo Regional de Famílias Agricultoras do Cariri, Seridó e Curimataú e tem o patrocínio da Petrobras.

Logoprojeto.png
  • Facebook
  • Instagram
Petrobras.png